Por quanto tempo posso ficar no exterior? – Parte 1/2

Saiba os períodos de permanência permitidos nos Estados Unidos

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações ainda)
Loading...
Tempo de leitura aproximado: 6 minutos

Você já leu aqui no blog que existem diferentes tipos de visto, para diferentes finalidades (se ainda não leu, dá uma conferida aqui! 😉 . Mas você sabia que visto e tempo de permanência em um país estrangeiro são duas coisas diferentes? Hoje, aqui no blog, vamos falar sobre o tempo de permanência nos Estados Unidos, um dos destinos mais desejados.

 

O Visto x Tempo de Permanência

Para visitar os Estados Unidos, ter apenas o passaporte não é o suficiente. Além dele, você deve ter um visto, que nada mais é do que um documento oficial, anexado ao seu passaporte, que te autoriza a entrar no país seja por um de seus aeroportos, fronteiras terrestres ou vias marítimas.

O visto americano para turista pode ter validade de até 10 anos, o que atualmente é raro de ser concedido. Os mais comuns são os vistos de 5 anos, o que não significa que você poderá permanecer no país por esse período.

Com o passaporte e visto de turista em situação regular, ao entrar nos Estados Unidos, o seu tempo de permanência será determinado pelo agente de imigração.

Normalmente, é concedido ao turista um prazo de 6 meses para ficar em solo norte-americano, mas esse período pode ser encurtado se o agente de imigração desconfiar das razões da visita do turista. Por exemplo: um visitante que passa 6 meses em solo americano, volta para seu país de origem e, um mês depois, decide novamente ir aos Estados Unidos para ficar mais 6 meses, e assim por diante. Esse turista provavelmente será alvo de desconfiança dos agentes imigratórios.

Dessa forma, é concedido o prazo que ele achar justo, que pode durar poucos meses ou até mesmo algumas semanas.

Todas as vezes que o visitante retornar ao país, um novo período de permanência será afixado.

Por quanto tempo posso ficar no exterior? – Parte 01

 

E se eu passar do tempo de permanência?

O controle de imigração dos Estados Unidos é bastante rígido. Caso você fique no país mais tempo que o determinado, você provavelmente encontrará problemas, como o cancelamento de seu visto e a proibição de sua entrada no país em definitivo.

É por essa razão que o visto de turismo deve ser somente utilizado para esse fim. Caso o visitante queira fazer um curso de curta extensão, como é o caso de cursos de verão oferecidos pelas universidades americanas e cuja duração tem o limite de 3 meses, poderá fazê-lo sem maiores problemas, desde que o período de permanência concedido esteja dentro desse prazo. Porém, é importante que o turista que permanecer por alguns meses no país, tenha sempre como comprovar, em alguma eventualidade, de onde está vindo sua renda para se manter em solo americano.

Outros tipos de visto e suas permanências

Para outras finalidades, existem outros tipos de visto, que impactam no tempo de permanência do visitante ao país.

No caso do visto para estudantes, sua validade é de 4 anos e está atrelado a um documento que a instituição em que você irá estudar deve emitir, comprovando o vínculo estudantil no país. Com a situação regular, o estudante pode entrar no país até 30 dias antes de começar suas aulas e poderá ficar por lá até 60 dias após a finalização do curso, o chamado Grace Period, que concede ao estudante a oportunidade de viajar pelo país ou dar a ele o tempo necessário para que ele pesquise novos cursos.

Por quanto tempo posso ficar no exterior? – Parte 01

Para quem estuda e também precisa ter uma renda, é possível a concessão de um visto misto, de estudo e trabalho. Esse, porém, é um processo burocrático e os trabalhos autorizados muitas vezes não geram uma renda suficiente para sua manutenção no país, sendo encarado apenas como um auxílio.

Já o visto de trabalho é um pouco mais complexo, pois é separado em diversas categorias, como: temporário, ocupação de especialista, trabalhador qualificado e não-qualificado e estagiário.

Independente da natureza, o visto para esse fim exige fluência em língua inglesa e, na maioria dos casos, diploma universitário e não garante, de forma alguma, permanência definitiva no país.

E aí, curtiu? Fique atento, pois esse post terá duas partes! Afinal, cada país tem suas regras e você precisa conhecê-las bem, antes de embarcar em uma viagem. 😉

A Cotação oferece a você as melhores soluções em câmbio!

Deixe seu comentário!