7 Maravilhas do Mundo Moderno: Machu Picchu, Peru

Conheça 3 achados incríveis na trilha Inca para Machu Picchu!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações ainda)
Loading...
Tempo de leitura aproximado: 7 minutos

Está pensando em uma viagem com muita história e que fica perto do Brasil?

Então, você precisa conhecer uma das 7 Maravilhas do Mundo e descobrir o que fazer em Machu Picchu. Confira nossas dicas para não perder nada neste passeio incrível!

Machu Picchu, uma das 7 maravilhas do mundo

Construída no século XV e localizada na província de Urubamba, a 112,5 km ao nordeste da cidade de Cusco, Machu Picchu esteve durante todo o tempo conectada com o Império através da rota Inca. É dividida em 2 setores: agrícola e urbano e a cidade está a 2.453 metros acima do nível do mar.

Devido às intensas e frequentes visitas que Machu Picchu recebe, o governo peruano limitou o acesso até a cidade inca, que hoje recebe até 2.500 turistas por dia. Para entrar na cidade é necessário comprar um bilhete que pode ser encontrado em diversas agências de turismo no Peru, inclusive em Águas Calientes, cidade porta de entrada para Machu Picchu.

No entanto, durante o período de alta temporada, é muito importante garantir seu bilhete antes de ir ao país, pois a procura é grande e você pode correr o risco de não conseguir sua entrada.

Os vários caminhos que levam a Machu Picchu

Você pode chegar a Machu Picchu de diversas maneiras:

  • Fazendo a trilha Inca que sai de Cusco, geralmente feita em 5 dias e 4 noites;
  • Indo de trem, também saindo de Cusco;
  • Fazendo o trajeto de ônibus;
  • E partindo de Águas Calientes, ao topo da montanha, que dura aproximadamente 45 minutos.

Muitas pessoas optam por fazer a trilha Inca, que é uma das 5 mais famosas do mundo e a principal da América do Sul. Se você gosta de colocar a mochila nas costas e viver aventuras, a trilha para Machu Picchu é uma ótima opção para quem quer saber o que fazer em Machu Picchu!

Veja também: 5 destinos para quem ama ecoturismo

3 achados incríveis na trilha inca para Machu Picchu

A trilha Inca para Machu Picchu é uma peregrinação e é considerada um processo de purificação. Por isso, precisa ser bem planejada. E pensando em todos os aspectos, listamos os top 3 achados incríveis na trilha Inca para Machu Picchu.

Lima

Muitos iniciam o percurso para Machu Picchu saindo de Lima, que é a capital do Peru. O ideal é se hospedar na cidade por duas noites.

Deste modo o turista pode se acostumar com o ar mais rarefeito; pode conhecer um pouco a culinária do país e, claro; pode visitar alguns locais que ilustram os cartões postais de Lima, como o Museu Larco, as atrações do bairro Miraflores e as Praias de Chorrilos, sem mencionar a Praça das Armas e os sítios arqueológicos da cidade.

Cidade de Lima no Peru

Vilas ao longo do caminho

Além das montanhas, florestas altas, ruínas e penhascos, ao longo da trilha é comum passar por pequenas vilas e até mesmo se hospedar nelas por 1 noite, para então seguir viagem. Collpapampa, por exemplo, é a vila mais alta da viagem e Huayracmachay é considerada a melhor vila para os aventureiros fazerem pausa para o almoço.

Águas Calientes

É uma vila incrível, cheia de encantos, tradição e muitos restaurantes típicos peruanos. Após passar pelas pequenas vilas ao longo da trilha, esta é a última parada até Machu Picchu.

Muitas pessoas se hospedam em Águas Calientes por 1 ou 2 dias, antes de subir os 5.300 degraus incas para chegar ao topo de Machu Picchu. O principal atrativo da cidade é justamente circular por ela e conhecer o povo peruano repleto de histórias e energia.

Após desbravar uma das 5 trilhas mais famosas do mundo e finalmente colocar os pés em Machu Picchu, pare um pouco, respire fundo e sinta a energia do lugar. Aprecie a vista com calma e depois vá explorar o local. Machu Picchu é cheia de ruínas extremamente organizadas e possui uma arquitetura incrível.

Se o tempo não for curto, vale a pena caminhar um pouco mais e conhecer a Puente Del Inka e, claro, Huayna Picchu que é o local onde os aventureiros podem ter uma ótima visão da cidade.

Vilarejo de Machu Picchu no Peru

Custos da viagem

Por sua proximidade do Brasil, as passagens são em conta, podendo encontrar valores médios de R$ 1.500,00. A alimentação também é acessível. Refeições que incluem entrada, prato principal e sobremesa saem por cerca de R$ 30,00 por pessoa. Além disso, os hotéis e hostels nas cidades citadas acima variam entre R$ 30,00 a R$ 60,00 por dia.

Portanto, se você vai ao Peru com o intuito de conhecer uma das 7 Maravilhas do Mundo, reserve um montante para a compra do bilhete para entrar na cidade Inca, aproximadamente 130 PEN, e outro montante para o meio de transporte que você vai utilizar para chegar até lá.

A Cotação, especialista em soluções em câmbio, trabalha com a moeda Soles Peruanos. Faça os cálculos de quantos dias pretende ficar no Peru e vá até uma de nossas lojas para efetuar a compra da moeda em espécie. Se preferir, temos também o sistema de Delivery, onde você compra a moeda e receber no endereço de sua preferência. 🙂