7 Maravilhas do Mundo Moderno: Chichén Itzá, México

Conheça um pouco sobre o coração do Império Maia

7 Maravilhas do Mundo Moderno: Chichén Itzá, México | Cotação Câmbio

Praias de água azul turquesa, noites animadas e passeios com muita aventura

Assim é a rotina de quem visita Cancún, no México. Procurada por muitos brasileiros que desejam aproveitar o mar caribenho, o paraíso mexicano é caminho para outros destinos preciosos.

Chichén Itzá: Patrimônio da Humanidade

Localizado em Iucatã, a cerca de duas horas de Cancun (que fica no estado vizinho, Quintana Roo), Chichén Itzá é um sítio arqueológico maia do período pré-colombiano e um tesouro do México. Foi eleito em 1988 como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e escolhido como uma das novas Sete Maravilhas do Mundo em 2007. É, certamente, um passeio imperdível para quem aprecia história e cultura.

Leia mais: Qual a moeda utilizada em cruzeiros?

Templo de Kukulcán

Na língua maia, Kukulcán significa “serpente emplumada” e é um dos nomes dados ao deus Quetzalcóatl, cultuado nas culturas mesoamericanas. Quetzalcóatl representaria a vida e a abundância e o alimento físico e espiritual de quem o cultua.

Em Chichén Itzá, o Templo de Kukulcán é, sem dúvida, a atração mais famosa (e mais misteriosa) do lugar. É um exemplo claro do domínio que os maias tinham sobre a matemática, a acústica, a geometria e a astronomia. Cada uma das faces da pirâmide possui 91 degraus que, somados, formam o número total de dias do Haab, calendário agrícola utilizado pelos maias. Seus quatro lados também estão alinhados aos pontos cardeais.

Equinócio e Acústica

Se a arquitetura e engenharia empregadas na construção da pirâmide já impressionam, outros segredos que o templo guarda deixam qualquer turista de boca aberta.

Durante o equinócio, fenômeno em que o sol cruza a linha do equador deixando dia e noite com duração igual, é possível ver a projeção solar de uma serpente que parece descer do templo.  É durante esse fenômeno que são registrados o maior número de visitas ao local.

Outro impressionante aspecto da pirâmide, e que pode ser apreciado em qualquer período do ano, está na acústica da escadaria. Ao ficar de frente para as escadas e bater palmas, o som do aplauso gera um eco que se assemelha ao som de um pássaro chamado Quetzal, comum nas florestas tropicais da América Central.

7 Maravilhas do Mundo Moderno: Chichén Itzá, México | Cotação Câmbio

O templo de Kukulcán durante o equinócio

Além da pirâmide, os visitantes poderão conhecer também as ruínas de um observatório, o Templo dos Guerreiros e até mesmo um grande campo de jogo de bola, cujas disputas envolviam até o sacrifício do jogador.

Cenotes 

A palavra cenote surgiu de tz’onot, da língua iucateque, que significa abismo. Na prática, são cavidades no solo que expõem a água subterrânea. Para os maias, os cenotes eram locais sagrados, um portal para outro mundo, palco de sacrifícios e rituais.

A 3 quilômetros do sítio arqueológico de Chichén Itzá, fica um dos mais famosos cenotes, o Ik Kil. A cerca de 25 metros abaixo do nível do solo, ele possui águas cristalinas e impressiona pela grandeza. Ao redor, plantas adornam suas paredes rochosas, tornando a paisagem ainda mais bonita.

7 Maravilhas do Mundo Moderno: Chichén Itzá, México | Cotação Câmbio

O visual de Ik Kil

Nadar, contudo, não é recomendável se você estiver sem colete salva-vidas. Isso porque a profundidade de Ik Kil chega a 50 metros e sua água doce é bastante densa, o que talvez traga dificuldades para nadar e boiar.

Como chegar?

Ao chegar em Cancún, certamente lhe oferecerão, ainda no aeroporto, várias opções de excursões. O passeio para Chichén Itzá estará, certamente, entre eles. Os preços variam muito entre as agências, porque poderão incluir lanches, almoço, água e até sombrinha. Visitas a cenotes e cidades do entorno também podem estar, ou não, inclusas.

Você também pode optar pela locação de um carro e ir por contra própria. Lembre-se, no entanto, que terá custos com pedágios e estacionamento.

Em ambos os casos, lembre-se de levar papel moeda para comprar lembrancinhas e alugar um colete salva-vidas (se quiser nadar nos cenotes). Há dezenas de vendedores no local e a maioria aceita tanto Peso Mexicano quanto Dólar como pagamento, além de estarem abertos à barganha.

Imperdível, não? Se você já visitou Chichén Itzá, ou o destino está em seus planos de viagem, compartilhe sua opinião conosco! 😉

A Cotação oferece as melhores soluções em câmbio na hora de comprar dólar, euro, libra, outras moedas estrangeiras e/ou cartão de viagem internacional, seja pelo site, aplicativo Cotaçãolojas ou mesa de câmbio, pelo telefone 4002-1010.

Continue acompanhando nosso Blog, pois toda a semana trazemos assuntos relacionados a vigem, câmbio e curiosidades! 😉