Quanto custa uma viagem para as Olimpíadas 2020?

Descubra mais detalhes sobre os valores de hospedagem, alimentação, entre outros praticados na "Terra do Sol Nascente".

Tempo de leitura aproximado: 5 minutos

Templos deslumbrantes, gastronomia de encher os olhos e uma cultura riquíssima fazem de Tóquio, a capital do Japão, um destino atraente em qualquer época do ano. No entanto, ao adicionar a principal competição esportiva no roteiro, a viagem para Tóquio fica ainda mais imperdível.

Se você está planejando torcer pelo Brasil durante os jogos, a seguir estão reunidas informações que podem ser úteis para o seu planejamento. Dentre elas o custo de hospedagem, alimentação e quantos ienes você precisa levar para essa viagem. Prepare a agenda de anotações e continue lendo!

Quanto custa uma viagem para as Olimpíadas 2020?

Qual a moeda oficial de Tóquio?

O primeiro detalhe é também o mais importante da sua viagem para Tóquio: dinheiro. Afinal, você vai precisar ter alguns trocados na carteira, em espécie ou em forma de saldo em um cartão internacional, para pagar as suas compras durante a estadia no país.

A moeda oficial do Japão é o Iene ou Yen, e é a única aceita em qualquer estabelecimento no país. Por isso, é melhor se prevenir e garantir os seus ienes antes de embarcar, pois deixar para comprar de última hora, especialmente no período em que o país estará repleto de turistas, pode ser arriscado.

As notas são divididas em 1.000, 5.000 ou 10.000 ienes, e também existem as moedas de 1, 5, 10, 50, 100 e 500 ienes. Além disso, os preços em ienes podem vir acompanhados de 3 símbolos diferentes, são eles: ¥100 ou 100JPY ou 円100. Não se preocupe, todos significam a mesma coisa.

Qual o valor dos ienes em comparação ao real?

Atualmente, a cotação de 1 iene equivale a cerca de R$0,037, mas esse valor pode variar bastante até o dia da sua viagem. Portanto, a recomendação é ficar de olho na cotação do iene para aproveitar as melhores oportunidades.

Essa consulta pode ser feita no próprio site da Cotação, de forma simples e rápida.

Quantos ienes são necessários em uma viagem a Tóquio?

Essa pergunta não é muito fácil de responder, afinal são inúmeras as variáveis que podem influenciar no custo da sua viagem para Tóquio, principalmente tipo de hospedagem e região da cidade onde você vai se hospedar.

No entanto, para que você tenha uma ideia de quantos ienes são necessários em uma viagem a Tóquio, a seguir estão reunidos alguns preços praticados na capital do Japão. Veja:

  • Diária em apart-hotel 5 estrelas no centro: ¥121748.1039
  • Diária em hostel com banheiro compartilhado a 10km do centro: ¥5107.0611
  • Refeição em restaurante sofisticado: ¥1650.00
  • Refeição de baixo custo: ¥800.00
  • Passagem aérea econômica saindo de São Paulo ida e volta: em reais R$5 mil
  • Passagem aérea executiva saindo de São Paulo ida e volta: em reais R$30 mil

Quanto custa uma viagem para as Olimpíadas 2020?

Qual a melhor forma de pagamento para usar em Tóquio?

Apesar do Japão ser um país conhecido por respirar tecnologia e inovação, tente não contar somente com os seus cartões de crédito, débito ou pré-pago internacional na hora de fazer os seus pagamentos durante a viagem.

Os japoneses não têm costume de usar cartões e fazem a maioria das compras usando dinheiro vivo e por isso muitas lojas não possuem maquininhas, aceitando apenas papel moeda.

Sendo assim, a dica é: calcule bem a quantidade de dinheiro a ser levado para evitar apuros.

Vale mais a pena levar ienes trocados do Brasil ou trocar no Japão?

Na hora de organizar o dinheiro que será levado a bordo em sua viagem para Tóquio, existem duas opções: 1) comprar dólares no Brasil e trocar após o desembarque, já em Tóquio; 2) comprar ienes no Brasil e já chegar com a carteira abastecida.

Para responder qual é a melhor opção, é preciso ter em mente que quanto maior a demanda por determinada moeda estrangeira, maior a chance da cotação aumentar. Sendo assim, no período em que a maior competição esportiva está acontecendo na capital do Japão, a tendência é que os ienes estejam custando mais por lá.

Ou seja, se você levar o dinheiro em dólares, é possível que acabe pagando mais caro pela dupla conversão.