Por que o aumento do dólar influencia no comércio mundial?

Entenda algumas consequências práticas da supervalorização da moeda.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações ainda)
Loading...
Tempo de leitura aproximado: 5 minutos

Muitos acham que o aumento do dólar só faz diferença na vida dos brasileiros que estão planejando uma viagem para o exterior ou comprando de fato produtos importados, o que é um grande engano.

A alta da moeda influencia diretamente na rotina de todos, mesmo na compra dos produtos mais triviais. Desde o pão francês da padaria do bairro até produtos maiores como automóveis, toda a economia é afetada e você vai entender o porquê.

 

Porque o aumento do dólar influencia no comércio mundial?

A consequência imediata quando o dólar sobe

Quando o dólar sobe, sobe também a inflação no Brasil. Sabe o que significa inflação? Conceitualmente, a inflação pode ser subdividida em dois grandes grupos: aumento repentino de demanda em comparação com a produção e aumento de custos generalizado.

O que a inflação tem a ver com o aumento do dólar? Simples. Ainda que o pãozinho seja feito na padaria do bairro, metade da farinha de trigo no país é importada. Com a alta do dólar, esse ingrediente fica mais caro, encarecendo também os produtos produzidos a partir dele.

Para se ter ideia, saiba que dentre os 193 países do globo, o Brasil ocupa a 21ª posição no ranking dos maiores importadores do mundo. Ou seja, muitos produtos que fazem parte da vida dos brasileiros, são pagos em dólar.

 

Quais são os produtos que o Brasil mais importa?

Bom, sabendo que o Brasil é um grande importador e devido a isso a alta do dólar afeta na vida de todos os brasileiros, para economizar basta saber quais são esses produtos que vem de fora do país e evitar comprá-los durante a alta da moeda, certo? Teoricamente, sim.

O problema é que no topo da lista desses produtos, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), estão os combustíveis. Sim, petróleo bruto e óleos representam 18,5% do total das importações brasileiras.

E não adianta pensar que quem não tem carro está a salvo. Afinal, o Brasil é o país que mais transporta cargas pelas rodovias. Cerca de 75% da produção do país sai da fábrica dentro de caminhões e são os caminhões que abastecem os estabelecimentos comerciais.

Em resumo, quando o dólar sobe, sobe também o preço dos combustíveis. Como é que o comércio faz a conta fechar? Repassando esse aumento para os produtos.

Fora isso, em sua grande maioria os brasileiros costumam importar equipamentos mecânicos, computadores, tablets, smartphones, produtos químicos e inorgânicos, fertilizantes e por aí vai…

 

Porque o aumento do dólar influencia no comércio mundial?

Aumento do dólar e o impacto na economia mundial

Bom, assim como essa situação acontece no Brasil, outros países do mundo também são afetados da mesma forma.

O dólar é a principal moeda no mercado de câmbio, sendo comumente utilizado em grandes movimentações bancárias por todos os países do mundo. Falando de forma mais específica, 87% de todas as transações entre nações é feita utilizando a moeda.

Ainda, segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional), 62% das reservas internacionais nos bancos centrais também são em dólar.

Entendeu por que os efeitos do aumento do dólar não estão limitados ao território americano? A moeda rege uma grande fatia das transações realizadas no mundo inteiro. Por isso, sua oscilação, para mais ou para menos, interfere diretamente na vida de centenas de milhares de pessoas.

 

E se você estiver precisando, saiba que com a Cotação você pode comprar essa e outras moedas estrangeiras usando o seu cartão de crédito. Basta visitar uma das lojas, baixar o aplicativo ou ligar para 4002-1010 (capitais ou regiões metropolitanas) e 0800 0146 777 (demais cidades). 🙂

Deixe seu comentário!