Nunca comprei moeda estrangeira, como faço?

Um guia rápido para você fazer sua compra de forma segura!

Tempo de leitura aproximado: 5 minutos
Nunca comprei moeda estrangeira, como faço?
5 (100%) 1 voto

Sua primeira oportunidade de viajar ao exterior chegou e você está mais do que ansioso e contando os dias para esse grande momento.

É normal para qualquer pessoa que faz uma viagem internacional pela primeira vez ter diversas dúvidas sobre o planejamento da viagem e principalmente sobre a compra da moeda estrangeira. Afinal, precisamos ter segurança no momento de fazer o câmbio.

O post de hoje foi feito especialmente para aquelas pessoas que  nunca compraram moeda estrangeira e precisam tirar todas as dúvidas sobre essa parte tão importante de uma viagem. Vamos lá? 😉

Destino x Moeda Estrangeira

Parece óbvio dizer que você deve comprar a moeda oficial do país que irá visitar, mas isso nem sempre se aplica.

Áreas turísticas, principalmente as caribenhas, costumam aceitar dólar americano como forma de pagamento, assim como os cruzeiros, cuja moeda oficial é quase sempre o dólar. Nesses lugares, alimentação, transporte e lojinhas de presente já incluem em sua tabela de preço tanto a moeda do país quanto a conversão em dólar.

Isso acontece porque nem todas as moedas estrangeiras estão disponíveis para a troca aqui no Brasil. É o caso de quem vai para Punta Cana, cuja moeda oficial, o Peso Dominicano, não é comercializado no nosso país. Porém, ao pagar suas compras em moeda em espécie, é possível que seu troco seja feito na moeda local.

Por outro lado, é vantajoso para esses países receber dólar como forma de pagamento, pois os preços costumam ser mais elevados em relação ao mesmo produto comercializado com a moeda local.

Nunca comprei moeda estrangeira, como faço?

Câmbio Turismo x Câmbio Comercial

Imagine a seguinte situação: você quer comprar moeda estrangeira e pesquisa na internet a cotação do dia. Ao chegar na casa de câmbio o valor é diferente. Por quê?

Esse é um erro bastante comum para clientes de primeira viagem e até mesmo para aqueles que já tem o costume de comprar moeda estrangeira. Isso porque o cliente nem sempre se lembra, ou não sabe, que o câmbio se divide em três: o turismo, comercial e paralelo. Falaremos aqui dos dois primeiros:

O câmbio comercial é utilizado em operações financeiras entre empresas, como importação e exportação de produtos e também para transferências internacionais (para fins empresariais) e compras em sites estrangeiros. A taxa é tradicionalmente menor e não há troca de dinheiro físico.

Já o câmbio turismo é o que usamos para viajar. Aqui englobamos também o pagamento do hotel, passagens aéreas, carga de cartão pré-pago internacional e todas as despesas durante a viagem. É mais caro, pois envolve uma série de custos (como logística, segurança, importação, entre outros)  para que o dinheiro fique disponível, de forma física, nas casas de câmbio e você consiga comprar.

Time is money!

Outro erro bastante comum ao comprar moeda estrangeira é esperar pela chamada “hora certa”. Você faz seu planejamento de viagem, mas deixa o câmbio para a última hora, achando que a cotação irá cair. Muitas vezes isso não acontece e você pode gastar mais dinheiro do que o planejado.

Para não se frustrar, compre o dinheiro aos poucos. Assim você faz o preço médio e um bom negócio.

E lembre-se: prefira trocar seu dinheiro ainda no Brasil. Ao optar por trocar dinheiro no exterior, você poderá estar sujeito a taxas mais altas e ainda corre o risco de não ter como trocar o Real.

Acompanhe nosso blog, siga-nos nas redes sociais ou entre em contato conosco, seja pelo siteapplojas ou mesa de câmbio nos telefones 4002-1010 (principais cidades) ou 0800 0146 777 (demais localidades)!

A Cotação oferece as melhores soluções em câmbio na hora de comprar dólar, euro, libra, outras moedas estrangeiras e/ou cartão de viagem internacional.

 

Deixe seu comentário!